Há uma ou duas coisas que você deve saber sobre filmagem, e uma das coisas mais importantes que você deve saber são os diferentes tipos de tomadas e ângulos de câmera que existem. Você pode querer que seu personagem pareça de uma certa maneira, por exemplo, poderoso, e para fazer isso, você precisa estar informado sobre os diferentes ângulos e tomadas de câmera que você pode usar para conseguir isso. Eles são super importantes e precisam ser levados em consideração porque podem te ajudar a aprimorar a narrativa do seu filme. Neste artigo, também daremos alguns exemplos excelentes de ângulos e tomadas de câmera usadas por diretores super talentosos. Aqui estão algumas das fotos e ângulos mais importantes para saber:

Plano Longo

Este plano mostra o comprimento total dos assuntos, da cabeça aos pés. Além disso, esse tipo de cena fornece informações sobre o local onde o personagem está. Dessa forma, você pode reconhecer o sujeito e o local onde ele está e pode ver como o personagem interage com os elementos em cena. O plano geral pode fazer com que você se sinta isolado ao assistir a um filme, pois há uma distância nesse tipo de quadro que pode lhe dar a sensação de separação entre o filme e o público. Também funciona para fazer o personagem parecer pequeno em um grande ambiente.

Um exemplo de um tiro no escuro está no filme de 2014 ‘Interestelar’, dirigido pelo grande Christopher Nolan. Este filme usa muitos planos gerais para nos mostrar a solidão dos personagens que estão explorando planetas remotos. Além disso, esta cena consegue nos mostrar como os personagens são pequenos e indefesos em territórios desconhecidos.

Plano Médio

Essa cena é amplamente usada em filmes, pois geralmente é uma ótima ferramenta para cenas de diálogo de ida e volta. Mostra o personagem da cintura ao topo da cabeça. Também captura perfeitamente em detalhes a atuação do ator e os detalhes do cenário. O plano médio nos fornece detalhes significativos da linguagem corporal e da maneira como os personagens interagem com o ambiente.

Este plano médio é de American Psycho (2000) dirigido por Mary Harron. Aqui, neste quadro, podemos observar a atuação incrível de Christian Bale e detalhes de sua expressão facial, também coisas como o que ele está fazendo, como está vestido, o que está segurando, etc. O plano médio pode nos fornecer informações significativas que podem nos ajudar a entender o contexto da situação.

Close-Ups

Os close-ups são fundamentais para qualquer tipo de filme. Geralmente mostra o assunto do topo dos ombros até o topo da cabeça, permitindo que a foto capture perfeitamente a expressão facial do personagem. O público, por meio desse tipo de plano, consegue contemplar a emoção que está sendo transmitida. Além disso, ao usar os close-ups, seu público estará se relacionando com a história que está sendo contada devido à intimidade que o plano carrega; nos é permitido perceber emoções fortes, por exemplo, você pode ver a frustração ou tristeza do personagem e entender seu sofrimento.

Este close-up é de Hereditary (2018) de Ari Aster e aqui podemos ver a excelente atuação de puro horror e pavor de Toni Collete (Annie). Podemos notar aqui que a expressão facial é crucial para esse tipo de tomada e pode ser muito útil para entender a história do personagem.

Plano Picado

Você provavelmente já viu a tomada de alto ângulo várias vezes em filmes. É uma tomada muito útil e significativa em que a câmera é posicionada em um ângulo olhando para o personagem. Os planos de alto ângulo são usados com diferentes propósitos, um deles é adicionar informações narrativas a uma cena, ou seja, pode mostrar algo que pode ser impossível de perceber de outro ângulo. Além disso, é usado para mostrar um personagem em um ponto vulnerável para torná-lo mais fraco e menor, esse propósito é um dos mais utilizados no cinema. E por último, mas não menos importante, pode ser usado para gerar a sensação aterrorizante de cair das alturas, já que esse ângulo consegue nos mostrar tiros que podem causar tensão e medo.

Este plano picado de Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007) nos mostra o personagem principal lutando contra um dementador. Aqui podemos ver a vulnerabilidade de Harry contra essa criatura e quão pequeno e fraco ele parece ser.

Plano de ângulo baixo

O plano de ângulo baixo também é muito usado no cinema, pois possui várias conotações que podem ser úteis para sua narrativa. Para obter uma foto em ângulo baixo, a câmera deve ser posicionada abaixo da linha dos olhos, olhando para o assunto. Comumente, essa tomada transmite poder e força e dependendo do personagem, pode ser para o bem ou para o mal. Também pode ser usado para aumentar a altura de um objeto, mas principalmente é usado para denotar poder e autoridade.

Casino (1995) de Martin Scorsese nos mostra exatamente isso. Sam ‘Ace’ Rothstein (interpretado pelo talentoso Robert De Niro) é um associado da máfia e é apresentado como um personagem poderoso, ele está no controle dos negócios e essa foto de baixo ângulo definitivamente nos deixa saber disso.

Angulo holandês

O ângulo holandês é uma tomada bem conhecida usada no cinema e, vamos admitir, parece fascinante. Para conseguir esse tipo de foto, você precisará inclinar o ‘eixo x’ da sua câmera. Mas, o que é todo o alarido sobre este ângulo? Bem, esse ângulo oblíquo pode ajudar os espectadores a entender a mente distorcida de um vilão, ou fazer o público se sentir desconfortável e desorientado. Este tipo de tiro é um sinal claro de que algo está errado ou que algo ruim está para acontecer.

O diretor Quentin Tarantino é conhecido por usar esse ângulo, aqui podemos ver que algo muito ruim está para acontecer em Bastardos Inglórios (2009).

Plano ao Nível dos Olhos

Um plano ao nível dos olhos é incrivelmente importante quando se trata de fazer filmes. Não tem muita ciência por trás, mas consiste basicamente em colocar a câmera na mesma altura que o assunto. Esse tipo de cena ajuda o público a se conectar com o personagem, mesmo quando os personagens são considerados maus ou maus. Este tiro foi feito para criar uma reação empática e simpática.

Esta icônica cena final de Garota Exemplar (2014) do talentoso David Fincher nos mostra a personagem principal, Amy (Rosamund Pike), ao nível dos olhos. Sabemos o que ela fez e sabemos por que ela fez isso. Este tiro é poderoso e podemos ver esse poder em seus olhos.

Então, agora você sabe um pouco mais sobre ângulos de câmera e diferentes tipos de fotos. Ao fazer um filme, é importante combinar todas essas tomadas que podem ajudar a desenrolar a narrativa da sua história. Os pequenos detalhes devem ser levados em consideração para fazer um ótimo filme e saber usar todos os ângulos e tomadas de câmera corretamente pode realmente melhorar a narrativa do seu filme. Para fazer um ótimo filme, você não precisará apenas de um ótimo roteiro, também precisará saber como usar ângulos e tomadas, como editar, como combinar música e efeitos sonoros com o que estamos vendo na tela (aliás, oferecemos algumas faixas excepcionais que você deve conferir!). Também falamos sobre como usar um croma e a regra dos terços, que também podem ajudá-lo a aprender mais sobre cinema.